segunda-feira, 22 de abril de 2013

3 passos básicos de lhe dar com fantasmas

 Pessoas que se sentem amedrontadas por fantasmas e que necessitam de apoio e de aprender a lidar com a situação.
É também um artigo bastante frontal e direto, de fácil leitura e compreensão.
Para uma grande parte das pessoas, por vezes a palavra fantasmas dá um sentido fantasiado do termo em concreto, assim, entenda-se o seguinte, um fantasma é o mesmo que um espírito de alguém que morreu mas que por qualquer motivo continua vagueando na Terra, por vezes amedrontando os vivos, isto é a definição resumida do verdadeiro sentido da palavra fantasma.
A maioria das pessoas que têm contacto com fantasmas não o divulga, pois temem que outras pessoas as considerem insanas. Assim, vivem num mundo de temor constante e isolado.
Lamentavelmente a maior parte acaba por sentir a necessidade de recorrer a meios que não levam a lado nenhum, consultando aqueles a quem vulgarmente chamamos de bruxo ou bruxa, ao fazê-lo apenas estará agravando a sua situação.
Logo, este não é um assunto de bruxas, igrejas ou religião, de facto, o nosso site mantêm uma posição bem definida de ateísmo em relação a este aspecto - não seguimos qualquer tipo de religião ou de atividade oculta. Não temos fórmulas mágicas, feitiços, nem rezas ditas milagrosas, mas sim conselhos para partilhar.
Resumindo, baseamos-nos no que os olhos vêem, no que o corpo sente e nos relatos de pessoas nesta situação.
Para si que de qualquer modo é vítima de assombração, em primeiro lugar tem de compreender que a maioria dos fantasmas não necessitam de ser expulsos, mas necessitam realmente da nossa ajuda.
No caso de existir um fantasma incomodado consigo ou com a sua família, mantenha a calma e tente perceber o que significam as suas comunicações e métodos de se exprimir.
A maior parte das vezes, os fantasmas querem simplesmente que saibamos que eles existem – pretendem assim mostrar que ainda estão vivos antes de passarem para o “outro lado” (onde quer que isso fique).
Muitas vezes, as pessoas ficam chocadas por verem que é alguém que gostavam muito. Talvez o fantasma queira apenas dizer-lhe algo antes de deixar o mundo dos vivos.
Se por acaso sentir ter um espírito ou uma energia negativa em seu redor, tente recordar alguns aspectos:

1) Ter receio de um fantasma é o mesmo que alimentar o poder do espírito mal intencionado. Não se deixe amedrontar por fantasmas. Você não tem nada a temer, porque o medo é criado na mente.

2) Dizer severamente (porem sem ofensa) para o espírito deixar este mundo e ir para onde pertence. Dizer a fantasmas negativos que verão outros espíritos que são chamados para os dirigir e guiar e que assim será tratado com amor e perdoado, não importa o que fizeram ou o que não fizeram anteriormente.

3) Se ainda assim o fantasma continuar a amedrontá-lo insista e diga-lhes para que não estejam preocupados sobre a punição, dizer-lhes que não estão sujeitos ao “inferno eternal” e que serão sempre tratados com o amor e ajudados a absterem-se de toda a culpa e serão contemplados com o perdão. Mantenha-se firme e continue seguindo estes passos até que o fantasma deixe de o perseguir.

Estes são portanto os 3 passos básicos. 

Maria Daniela (Madness)

[sim a imagem não tem nada haver ,mas coloquei ela ]



(clique na imagem para ampliá-la)

Nenhum comentário:

Postar um comentário